Friday, March 07, 2008

Dia -860

Não...

se partilha a solidão. Não se partilham os magoados silêncios. Não se partilha a própria liberdade. Não se partilha o que somos.
Na verdade há pouco que se partilhe, para além da matéria.
Ou seja.
O corpo.
O pão.
A casa.
Certos livros.
Alguns discos.
As mãos às vezes. Mas pouco, já que sentem.
Não.
Não se partilha para além disto.
Nunca.
Nem a própria ilusão que partilhamos.
Sequer

6 comments:

Paulo said...

Nao(?) partilha-se também. Ideias. Pensamentos. Expectativas. Sentimentos.

Partilhar é a nossa condição.

Somos ser sociais. Que melhor verbo operacionaliza este conceito?

Elisa said...

Ó miúdo tu não me gozes... essa da operacionalização do conceito... bem bem :-).
Mas não tens razão acho eu... fala-se disso e isso é tudo. Não se partilha de facto... quero dizer, acho eu.

Princesinha said...

bom blog..
bons textos...

sou nova aqui...

se puder venha ao meu blog, leia o meu texto e comente...

cumprimentos

sem-se-ver said...

de vez em quando partilha-se...

olha, (não) queres ir ao cinema comigo?

Elisa said...

Obrigada Princesinha... lá irei :)

Elisa said...

Rs hoje não sem-se-ver, mas outro dia, talvez :-))