Monday, January 02, 2006

Dia -70

A Excepção
Abri uma excepção. Não sei se reparaste que, para ti, abri uma excepção.
Reparei, claro. Mas isso não me interessa. É que eu também abri uma excepção.
Mas eu nunca faço isso.
Sim, por isso se chamam excepções... às coisas que raramente se fazem.
Mas eu, para ti, abri uma excepção. Não reconheces?
A minha excepção é maior que a tua. Desculpa mas vou fechá-la. Não quero que abras nada. Quero fechar tudo. Fingir que morri. Amanhã nasço outra vez. A não precisar. De excepções.

2 comments:

Turno da Noite said...

Comento tão pouco. Digamos que sou escrupulosamente criterioso na escolha do onde e do que decido comentar. Não abri excepção nenhuma contigo. Esse facto, visto agora daqui ainda me parece mais fascinante!

LiZZie said...

Obrigada. Por não teres aberto excepções comigo.