Wednesday, April 22, 2009

Dia -1276

Futilidades

Pronto. Também sou fútil e depois?
Tenho o desejo de me rodear de objectos tão belos quanto (me é) possível.
O desejo de ficar em hoteis tão luxuosos quanto (me é) possível.
O desejo de ir a lugares bonitos quando posso.
O desejo de vestir todos os dias roupa que me agrade.
A explicação é simples:
a vida é, normalmente, uma grande seca.
Outras vezes é uma grande merda.
Portanto...
por que razão não ususfruir (d)estas coisas, aparentemente fúteis*,
mas belas e (muitas vezes também) úteis?
Ou por que não simplesmente sonhar com elas?


*A grande tristeza é que a beleza que há nestas coisas paga-se e, geralmente... é muito cara.

2 comments:

Lou said...

estou contigo, Elisa. por isso te disse aquilo do euromilhões... :-) ah! e não acredito em quem diga que nunca pensou nestas coisas. em ususfruir delas. e assim. podem é ter sido outros os hotéis. e outras as cores e as formas. dos 'objectos'. a única coisa é só que... ninguém nos dá nada... :-(
bjito
Lou

Elisa said...

Lou, Minha querida... pois mal educada que sou nem te agradeci o oferecimento de 'ajuda' caso ganhes o euromilhões. Mas agradeço agora. Gostos há muitos felizmente. Eu, que também sou snob, acharia horrível que toda a gente usasse as mesmas malas que eu, os mesmos relógios, roupa, etc. E também que toda a gente gostasse dos mesmos sítios, claro.
Mas, de facto... quem nunca teve momentos de (f)utilidade que atire a primeira pedra ;-)

Pois... ninguém nos dá nada, é um facto e assim, vamos tendo aquilo que podemos ter (e não me queixo, mesmo assim, não me queixo).

beijos