Tuesday, December 06, 2005

Dia -43

O Tempo

Está a fazer-se cada vez mais tarde. Sabes? Está a fazer-se cada vez mais tarde para tudo.
Para os livros que (já não) serei capaz de ler.
Para os homens que (já não) serei capaz de amar.
Para as palavras que (já não) serei capaz de escrever.
Para os olhos que (já não) serei capaz de olhar.
Para as pessoas que (já não) serei capaz de suportar.
Para a música que (já não) serei capaz de ouvir.
Para os países que (já não) serei capaz de visitar.
Está a fazer-se cada vez mais tarde. Sabes?
Afinal. O tempo não é aquilo que fazemos.
Mas o que (já não) faremos.

2 comments:

Sandra Costa said...

L.,

Tu sabes que eu gosto de ter ler. Sempre gostei.
Este é o primeiro post que comento. É a primeira vez que venho aqui com mais tempo, para ler tudo do princípio. Para recuperar todos os 43 dias.
Os dias a menos dos outros, podem ser mais dias para nós, L.
O Tempo é também aquilo que ganhamos com a forma como alguns outros vivem o seu próprio Tempo.

Obrigada.

LiZZie said...

Viva Sandra
Obrigada. Por gostares de me ler e estares aí. Sim. O Tempo é também aquilo que ganhamos. Mas tenho cada vez mais a sensação que... é sobretudo o que já não faremos.