Wednesday, December 07, 2005

Dia -44

A Escuridão
Disseram-me hoje que este registo era sombrio. Fiquei a pensar. Na luz e na escuridão.
No sol e na sombra. E em mim, no meio de tudo isso. Efectivamente.
Tenho uma tendência para me vestir de preto desde que me conheço.
Detesto as manhãs e o sol. Gosto da noite. E é de noite que faço a maior parte das coisas que os outros fazem durante o dia. Tenho sempre poucas luzes acesas, mesmo para ler.
Durante o dia costumo ter as persianas corridas. Tenho um amigo que me chama morceguinha.
A minha mãe acha que me trocaram na maternidade.
Que devo descender de uma qualquer linhagem de vampiros.
Este registo é sombrio?
Talvez. Mas adequa-se.

3 comments:

Turno da Noite said...

Sombrio!? Há pessoas que ligam apenas ao aspecto, à derme, sem se aterem nas camadas mais fundas e mesmo assim não se inibem dos famosos "bitaites". Dizem-no com a ligeireza de quem detém o diapasão afinador no bolso...
Desculpa lá este discurso todo, mas não resisto. Aqui deixo parte do que posso chamar de editorial do meu:
(...)Quanto ao resto, assumo um traço nocturno de ‘depressão’ predominante, por oposição às irritantes e imaculadas ansiedades das manhãs. Prefiro a calma das noites. O meu turno(...)
Acho que não nos devemos preocupar. Do lado de lá está normalmente a ansiedade. Aí venha o diabo e escolha!
;)
para

Turno da Noite said...

errata: onde está para não se leia nada
:)

LiZZie said...

:-) és da mesma 'cepa'. Se calhar somos irmãos.