Friday, December 09, 2005

Dia -46

A Playstation
O meu sobrinho emprestado (que ainda não lê blogs, mas livros do capitão cuecas) anda a pedir uma playstation desde os quatro anos. Houve uma decisão lá em casa de que o miúdo teria a playsation no fim da 4ª classe. Pois. Ele ainda agora começou a 2ª e tanta foi a pressão que decidi (com o acordo dos seus pais) oferecer-lhe uma este ano. Ele ainda não sabe, mas acho que desconfia. A caixa é enorme. O laço imponente. Acho que só por isso a cara dele vai brilhar quando eu chegar com tal oferta nas mãos. Mas no processo da compra vi-me tão atordoada que estive a escassos passos de desistir. Fiquei a olhar com cara de parva para o vendedor que me explicava as especificidades de cada um dos muitos modelos à venda. Dos jogos que se podiam jogar nesta, na outra, nos acessórios que se poderiam comprar. Acabei por me decidir por um deles, sem saber exactamente se tomei a decisão correcta. Uma coisa me preocupa. O meu sobrinho tem computador, hi-fi, tv, dvd, game boy. Quando lhe falta alguma destas coisas pede o telemóvel emprestado a quem quer que seja para jogar um qualquer jogo.
Estou bastante arrependida. Por minha causa o puto vai passar mais tempo ligado a uma máquina. Acho que vai acabar por se esquecer dos livros do capitão cuecas. E de me dar mimos.

4 comments:

Luis Olival said...

Nós máquinas, andamos a transformá-los noutras

LiZZie said...

Pois...

Turno da Noite said...

Mas enquanto forem estas, as de brincar com coisas sérias, não são outras, sérias e feitas a brincar

LiZZie said...

Também está benm visto, Turno... mas ainda assim... estou um bocadinho arrependida.