Sunday, April 29, 2007

Dia -551

(In)Compatibilidades Fundamentais

- De que signo és?
- Capricórnio... mas que interessa isso?
- Ah... eu sou Gêmeos. Não somos compatíveis. Adeus.

6 comments:

sem-se-ver said...

ahahahhahahha

(desc rir, mas não só a situação é, perdoe-me que lhe diga, hilariante, como hilariantemente justa é a etiqueta que escolheu)

abraço!!!!

Elisa said...

rs... bom, isto não aconteceu mesmo... mas sei que podia ter acontecido. :-)

BlahBlahBlah said...

Capricórnio & Gêmeos


Esta não é, definitivamente, uma das melhores uniões do zodíaco. Será preciso muita paciência e amor do geminiano para que espere o capricorniano se apaixonar e se entregar, o que pode levar muito tempo. O capricorniano gosta de passar calmamente por todas as fases do relacionamento, sem queimar nenhuma etapa. Mas se o geminiano estiver com pressa de viver (o que lhe é habitual) e não quiser esperar pelo amadurecimento dos sentimentos do companheiro, uma frustração mútua pode nascer: o geminiano espera muito do relacionamento e o capricorniano começa a vivê-lo quando o outro decide abandonar o barco.

Esta combinação pode ser um pouco desastrosa, a menos que o capricorniano também esteja disposto a se entregar de corpo e alma para uma paixão sem limites com o geminiano, o que é difícil. A tendência é que o geminiano se irrite com a demora do capricorniano, e irá tentar apressar as coisas, o que fará os dois se machucarem com as recusas.

BlahBlahBlah said...

Capricórnio,

O décimo signo, inicia-se com o solstício de inverno, no hemisfério norte. Simboliza a retração, a dureza, o recolhimento, a frialdade. Nesta época é preciso ter muita habilidade e paciência para suportar os rigores do clima. Também representa a chegada, do adulto, ao auge de sua carreira, após uma árdua ascensão, galgada a custo de muito trabalho. É o símbolo do pai, e de seu mundo: todo o ambiente mais sóbrio e silencioso, emocionalmente distante, cheio de regras e deveres, mas também de recompensas para aqueles que sabem aguardar por elas.

São bastante tradicionalistas e conservadores. Têm dentro de si um senso forte de hierarquia, o qual não quebrarão por nada no mundo. Não são de criar inimigos, pois consideram que isso só iria atrapalhar sua projeção. Irão assumir postos secundários sem reclamar, ainda que abaixo de sua capacitação, sabendo que lealdade e determinação são por fim reconhecidas.

Gostam da solidão como poucos. Nela restabelecem-se e reordenam os pensamentos. Mas nela também se refugiam e se entregam à melancolia e ao pessimismo. Não conhecem muito da alegria. Parece-lhes que a alegria é um mito, com o qual gente séria não deve perder muito tempo.

O capricorniano tende a ser muito rígido com os outros e consigo mesmo. A disciplina é um elemento indispensável para indivíduos tão tenazes assim. O capricorniano se mantém forte e impassível, e não desiste, custe o que custar. Pode tornar-se um avarento insuportável, ou uma pessoa viciada em trabalho, esquecendo por completo dos cuidados com a própria saúde, ou da atenção aos seus entes mais próximos.

Esta frieza certamente só lhes é possível sob uma repressão descomunal de suas emoções. Um capricorniano evita falar de seus sentimentos, mesmo perante seus (poucos) amigos mais próximos. Se possível, o capricorniano finge que o sentimento não existe, pois quando pensam neles ficam menos objetivos. Quando a emoção lhes aflora, eles assustam-se e encolhem-se como uma criança medrosa.

Por ser um signo cardinal, o capricorniano é um iniciador. Quando direciona esta energia para uma carreira, ele irá longe. Ele é bem prático quanto a isso: sabe aonde quer ir e como chegar lá. Não gosta de correr riscos. Sua grande dificuldade é lidar com o que está além de si. Pois planejam tanto que podem tornar-se escravos de seus próprios planos, sem espaço para improvisar quando é preciso.

Mitologicamente, o signo é representado por uma cabra com cauda de peixe. A cabra é o animal que sobe a montanha até o cume, ainda que precise desferir algumas cabeçadas no que estiver bloqueando o seu caminho. A cauda indica a origem marinha. O capricorniano sobe, pois, do nível do mar até o topo do mundo, pelos próprios esforços.

For you to know, for other to find out...

Elisa said...

Ser fosse verdade não daria certo mesmo rsrs. Obrigada Blah

Elisa said...

Hum... era preciso que eu acreditasse mesmo muito nisto dos signos... enfim.