Monday, July 23, 2007

Dia -636



...e escrever assim. Sobre um corpo que é meu. Mas vai deixando de ser.
Para ser uma coisa qualquer que já não me pertence.
Um corpo que está cada vez mais velho.
Um corpo que não sabe se alguma vez irá conhecer a Cornualha.

2 comments:

IO said...

Olá, ainda estou meio abananada com o este blog que descobri no kuska-visitas... mas vou voltar, por ti e pela curiosidade de te ver escrever em palco 'paralelo'.
Um beijo,
IO.

Elisa said...

Viva IO
mas este blog (e ainda um outro...) existe há imenso tempo :-))
Volta sim, se bem que aqui... o jazz não é abundante. As imbecilidades sim.
Beijo