Friday, November 16, 2007

Dia -750

A Solidão

*

é saber que nunca mais


n
u
n
c
a

m
a
i
s

te vejo.

*Amalia Gre. Uma jovem (e belíssima) cantora de jazz italiana em Io Cammino di notte da sola


Io cammino
di notte da sola
poi piango poi rido
e aspetto l’aurora
Ed è una realtà
tutta mia
e una strana atmosfera
pervade la mente
di sera
Io vivo
a volte infelice
a volte gaudente
talvolta vincente
o perdente
Ed è una vita d’artista
così altalenante
ma quello che creo
è importante per me
Io cammino
di notte da sola
poi piango, poi rido
poi parlo, poi rido
poi grido

7 comments:

Lou Salomé said...

fico assim. a olhar para ti. de longe. impotente perante tanta dor. fica um beijo na tua testa - dou-to eu.

Elisa said...

Não é bem uma dor... aguda pelo menos não é já. É mesmo a impotência. A dificuldade de resignação perante uma evidência tão esmagadora.
Obrigada pelas palavras. Um beijo

Carocha said...

Minha querida (e sapiente) Elisa, não conhecia a Amelia.
Obrigada!!!!

Carocha said...

Arrrrghhh! Creio qu apelidei a "jovem" de Amalia... sorry, Amelia!!

BlahBlahBlah said...

Cheer up, my friend.
Life goes on...

Um beijo solidário.

Elisa said...

Carocha é mesmo Amalia Gré. Não é Amélia.

Elisa said...

lah
lifes goes on, that's a fact.
Io vivo
a volte felice
a volte gaudente
talvolta vincente
o perdente.
:)