Thursday, February 21, 2008

Dia -845

Não posso adiar o coração*

pois não.
Um coração adiado não existe.
Não é.
Está morto.

*sim há um poema com este belo título, do António Ramos Rosa

6 comments:

Ana Fonseca said...

Não... Não se pode adiar o coração!
:)

Elisa said...

Sim... mas às vezes é melhor deixá-lo um bocadinho mais sossegado... ;-))

Ana Fonseca said...

Eu não vou adiar o meu, e nem vou dar-lhe sossego, por agora! :) E, no entanto, há tanta paz nesta minha hitória...

Lou said...

eu cá gosto assim. muito. de trazer o coração desassossegado.
bjs Elisa.
Lou

Elisa said...

Ana
:-) uma paz desassossegada.

Elisa said...

:) Lou não é que eu desgoste... gosto e muito do desassossego do coração, mas às vezes é preciso sossegá-lo.