Monday, April 03, 2006

Dia -161

A Declaração
«(...)Tenho construído o teu nome com todas as coisas.
Tenho feito amor de muitas maneiras,
docemente,
lentamente,
desesperadamente
à tua procura, sempre à tua procura
até me dar conta que estás em mim,
que em mim devo procurar-te,
e tu apenas existes porque eu existo
e eu não estou só contigo
mas é contigo que eu quero ficar só
porque é a ti,
a ti que eu amo. (...)»
Joaquim Pessoa, extracto do poema Eu sei, não te conheço mas existes

2 comments:

Anonymous said...

Pára. Escuta o ritmo da chuva a cair lá fora, sincopada, em cadência com a tua pulsação. Ouve o bater do teu coração. Profundamente. É la que eu estarei porque quero estar bem junto a ti. É no teu coração que quero viajar uma noite eterna, lado a lado com o calor das tuas mãos...

LiZZie said...

é lá que estás.