Friday, November 24, 2006

Dia -394

Probably I Am Not So Straight As I Thought*













Scarlett Johansson


A beleza, seja do que seja e de quem seja,

é uma coisa que deve ser apreciada.



(*ou de como, por exemplo, esta moça se quisesse poderia pôr em causa
a minha orientação sexual)
(isto a propósito de um comentário da Vanessa, ao post anterior)

6 comments:

vanessa said...

definitivamente derrotada :-)
Sendo gira, por acaso o que eu gosto dela é que por baixo da produção está uma "gira normal" que podes encontrar na rua. gira, mas não estrela. como qualquer uma de nós.

Elisa said...

hum... isso já não sei Vanessa... se eu fosse assim «normal» como a Scarlett... o Hugh Laurie estava no papo. Mas, ok, admito que ela tem aquele ar de rapariga do lado por baixo do baton e da mascara e do wonderbra :)

BlahBlahBlah said...

Livra!

Fufices nem no deserto ao fim de 50 anos!

Elisa said...

Ora Blah... se fosses bisexual, como dizia o Woddy Allen já não sei em que contexto, terias mais hipóteses de 'sair' ao sábado à noite. E depois, ok... em teoria sou capaz de concordar contigo, nem no deserto ao fim de 50 anos... mas ele há estas moças que podem abalar essa teoria, acho eu.E há ainda outras coisas... sendo a mais relevante o facto das mulheres serem, em geral, infinitamente mais interessantes que os homens... como vês, 'falta-me um bocadinho assim' para ser lésbica ;-)

BlahBlahBlah said...

Ó Elisa, até ver ainda não me faltam convites de senhores gajos todos giros e da minha idade para sair ào sábado, à sexta, e até ao domingo ou à terça. Olha que teoria a tua! E depois, porra, sabes perfeitamente que eu acho os homens um milhão de vezes mais interessantes que as mulheres. Aliás, até percebo que haja cada vez mais homesexuais: aturar uma gaja a tempo inteiro deve ser dose! :))))

Elisa said...

Ó Blah... eu estava a falar em geral, evidentemente e não de ti especificamente... eu sei que não te faltam convites para os dias todos da semana, mas, repito, não me estava a referir a ti em particular. A ninguém, na verdade. Além de que a teoria não é minha´, mas do Woody Allen.
Isso dos gajos todos giros... eheheh... é muito discutível... temos gostos muito diversos, excpção feita ao bom do Dr. House, claro está. E isso de serem da nossa idade ou não... hum... também é irrelevante. Não se diz que o amor (ou whatever) não escolhe idades? Pois, acho que agora também já penso assim.
E depois, porra... tu achas os homens mais interessantes, eu sei... mas eu estava a falar de mim... e eu, é sabido, acho as mulheres muito melhores seres humanos que os homens... bom, talvez eu tenha tido sempre sorte com as mulheres que conheço (p.ex. tu)... acho-as a todas melhores do que os homens que conheço (está bem, conheço alguns que são excelentes seres humanos). Mas, ok ok... lamentavelmente não sou lésbica... pelo que podes ficar tranquila que não te assediarei ;-)