Monday, October 29, 2007

Dia -733

Imagens

No espaço de uma semana, duas pessoas completamente diferentes, por razões radicalmente diversas disseram-me
"nunca me esqueci daquilo que disseste há 3 ou 4 anos atrás".
Num dos casos, o assunto era pessoal. No outro era profissional.
Mas estou um bocadinho preocupada.
Tanto mais que uma terceira pessoa teve a delicadeza de me escrever hoje a dizer
"tu pareces capaz de fazer sobressair o melhor que há nas pessoas".
Estou mesmo um bocadinho preocupada.
Nenhuma destas imagens que de mim têm estas
(e eventualmente outras) pessoas,
apesar de simpáticas e delicadas,
corresponde àquilo que sou.
Não sou sábia.
Não digo coisas de que as pessoas se recordem durante tanto tempo.
Coisas que sejam úteis e importantes.
Não sei fazer sobressair as qualidades dos outros.
E, confesso, disto tenho pena.
Assim como lamento que estas imagens que me favorecem tanto, não sejam verdade.

2 comments:

Lou Salomé said...

se calhar, o que (quem) somos resulta disso mesmo. de um cruzamento de olhares. vários. próximos e afastados. de mistura com os nossos olhares divergentes. quando interiores ou quando reacção ao que nos dizem de nós. sobretudo quando não nos reconhecemos. se calhar, o que interessa mesmo, Elisa, é que as pessoas te (re)conheçam. seja no que for. e que tu continues a ser autêntica.
beijo

Elisa said...

Não sei o que interessa. Mesmo. Mas acho sempre que era melhor se as pessoas não tivessem de nós imagens tão positivas.