Friday, May 26, 2006

Dia -214

A Depressão Suspensa*
Também eu me encontro em estado pré-depressionário.
Se isso existe. É tal e qual assim que me encontro.
Basta qualquer coisa. Neste momento.
Para desencadear uma entrada triunfal no profundo reino.
Dos que não se interessam por nada.
Dos que só querem dormir.
Dos que não vêem razões para se levantar.
Dos que choram lágrimas brutais.
Dos que não sabem a razão e nem querem saber.
Basta qualquer coisa.
Uma certa música que se ouve inesperadamente.
Ou mesmo propositadamente.
Até à náusea.
Uma certa frase que ouvimos.
Porque nos disseram.
E não nos sai da cabeça.
Uma qualquer coisa. Será agora bastante.
Para entrar nesse turbilhão de nadas.
Para mergulhar no mais profundo vazio.
*João desculpa o uso e abuso. Tu já sabes que sou uma ladra de expressões.
Mas na realidade, a minha sorte é que não tenho tempo . Nem vida.
Para entrar em depressão.
Só para a sentir pairar. Suspensa.
Estranho paradoxo.

2 comments:

casimiro said...

Enquanto há força
No braço que vinga
Que venham ventos
Virar-nos as quilhas
Seremos muitos
Seremos alguém

LiZZie said...

Casimiro, sempre atento. 'Nunca mais te hás-de calar ó Zeca' :-)