Thursday, September 13, 2007

Dia -687

Pronto... não há amor como o primeiro


E efectivamente, assim à primeira vista (e à segunda e à terceira e...)... era mesmo com este (enquanto Dr. House) que eu podia ser muito feliz.

Talvez a silly season ainda não tenha terminado para mim. Só não percebo é porquê. A realidade já me gritou ene vezes e de ene maneiras diferentes para eu acordar.

6 comments:

sem-se-ver said...

eu também com imeeeensa resistência à ideia de que as aulas já começaraaaaaaam

Lou Salomé said...

Eu bem te dizia num qq post-resposta anterior...tu ainda estás numa espécie de limbo, quase quase a pousar na realidade. Ou, talvez, já tendo pousado mas andando numa de toca-e-foge. Tu é que não quiseste acreditar...
Quanto ao Hugh Laurie: para além da irreverência do look, o papel de Dr. House fascina realmente. Quanto mais não seja pela vontade do confronto (no sentido menos conflituoso do termo) com aquele mau feitio, com aquela irreverência tão gritante de afecto (e que ele permanentemente recusa). Se calhar é como tu: mais dos lugares do que das pessoas...
*
Lou

Elisa said...

sem-se-ver aqui as aulas áinda não começaram... mas a confusão é tanta e as outras coisas para fazer são tantas que... já ando cheia de stress.
Boa sorte

Elisa said...

Lou... ai ai quem me dera confrontar-me com o Dr. House... ai ai...

MRF said...

Desculpa lá, mas o Dr House é meu! :))

PS: negociação possível só à mesa de um café.

Elisa said...

Hum... está-se mesmo a ver que vamos ter de negociar isto muito bem negociado ;-))